Compartilhar

Por Hélmiton Prateado

As escolas da rede municipal de ensino de Anápolis que têm hortaliças comunitárias dividem com as comunidades o excedente de suas produções que não são utilizadas em período de férias escolares. As hortas em unidades escolares têm papel fundamental para aprofundar o conceito de educação ambiental, explorando a relação das crianças com a natureza e promovendo a importância de uma alimentação saudável.
Uma dessas unidades que serem de referência na cidade é o Centro Municipal de Educação Infantil Dra Zilda Arns, que na sexta-feira, 20, distribuiu a produção excedente de hortaliças, aos moradores do Setor Tropical. Como julho é mês de férias escolares, a produção que normalmente é consumida na merenda dos próprios alunos pôde ser distribuída aos moradores que compareceram e puderam colher alface, cheiro verde, chuchu e couve. De acordo com a gestora do Cmei, Maria Eizabeth, a horta é muito importante no incentivo à uma alimentação saudável. “As crianças que não tinham o hábito de comer bem acabam experimentando por participarem do processo de plantio e colheita”, disse.
Quem aproveitou a distribuição das hortaliças foi a dona Maria do Rosário, moradora do bairro que ficou encantada com a fartura da produção. “Eu achei fantástica essa iniciativa. Minha neta está radiante, pois estuda nessa escola e participou do plantio dessa alface que estou colhendo e que vamos comer hoje”, disse.
De acordo com o secretário municipal de educação Alex Martins, ainda neste ano outros cmeis receberão hortas para auxiliar nos projetos de alimentação e educação ambiental. “As hortas no ambiente escolar têm um papel muito importante para o incentivo de uma alimentação saudável, por isso iremos construí-las em mais cinco unidades de educação infantil no próximo semestre, resultado de uma parceria público-privada”, disse.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here