Espetáculo "Deixa que eu conto" abriu a 26ª Mostra de Teatro de Anápolis

Por Hélmiton Prateado

A Prefeitura de Anápolis promove, através da Secretaria Municipal de Cultura, até domingo a 26ª Mostra de Teatro de Anápolis. O espetáculo ‘Deixa que eu conto’, da Companhia Anapolina de Teatro (CAT) foi o primeiro do evento realizado, abrindo a mostra com apoio da Secretaria Municipal de Cultura, Associação Cultural Motriz, com investimentos do Fundo Estadual de Arte e Cultura de Goiás e da Caixa Econômica Federal.
O secretário de Cultura, Erivelson Borges, abriu a mostra frisando a necessidade de atividades culturais para difundir a pluralidade e a produção cênica para a população. “Compartilhando a visão de que a arte é um fator transformador nas vidas das pessoas é que buscamos mais parceiros e investimentos para a cultura na cidade”, ressaltou. A programação inclui mais de 15 apresentações, oito espetáculos premiados e duas performances anapolinas convidadas. “Uma das mais importantes manifestações do nosso calendário, tanto pelo volume de participantes, quanto pela qualidade dos espetáculos”, concluiu Erivelson Borges.
Estavam presentes na abertura da mostra a representante da Caixa Econômica, a superintendente de governo Elma Aparecida, pela Câmara Municipal, a vereadora Maria Geli Sanches, e o presidente do Conselho Municipal de Cultura, Luiz Sérgio Fragelli. O espetáculo convidado “Deixa que eu Conto”, da CAT, mescla histórias diversas dos contos da cultura popular de através das performances das personagens com música, cor e intensidade em sua expressão. Através de histórias bem conhecidas pelos causos populares o público pode se identificar com algumas das estórias. Essa parceria contou com a direção e apoio de Ribamar Ribeiro, com apresentações realizadas desde o início deste ano.
Ribamar junto a Hugo Rodas e Ricardo Augusto compuseram a Comissão que selecionou e premiou os oito espetáculos desta edição da Mostra. “Sou do Rio de Janeiro e enquanto lá vivemos o desmonte das ações e políticas culturais, percebemos que Anápolis está na contramão desse processo, investindo e avançando no setor”, finalizou Ribamar.
Confira a programação completa do evento
28 de junho (quinta-feira)
9h às 17h – Oficina 1: “A cena em matrizes da tradição” – com Graça Veloso
Local: Estação Ferroviária
15h – Espetáculo: “Arreia a Mala” – Cia Volta Seca/Anápolis (GO) – Classificação: Livre
Local: Teatro Municipal
18h – Performance: “Maiêutica” – Grupo Spectrolab/Cuiabá (MT) – Classificação: Livre
Local: Percurso saindo do Parque Ipiranga
19h30 – Performances da Escola de Teatro de Anápolis (GO) – Classificação: Livre
Local: Teatro Municipal
20h – Espetáculo: “Dest#lado” – Cerrado Produções/Anápolis (GO) – Classificação: 16 anos
Local: Teatro Municipal
29 de junho (sexta-feira)
9h às 17h – Oficina 2: “O que pode um corpo cênico?” – com Alice Stefânia
Local: Estação Ferroviária
15h – Espetáculo: “Deixa que eu Conto” – CAT / Anápolis-GO
Classificação: Livre
Local: Teatro Municipal
18h – Espetáculo: “Arreia a Mala” – Cia Volta Seca/Anápolis-GO – Classificação: Livre
Local: Parque Ipiranga
19h30 – Performances da Escola de Teatro de Anápolis – Classificação: Livre
Local: Teatro Municipal
20h – Espetáculo: “Vulcão” – Diane Veloso/Aracaju (SE) – Classificação: 14 anos
Local: Teatro Municipal
30 de junho (sábado)
9h às 17h – Oficina 2: “O que pode um corpo cênico?” – com Alice Stefânia
Local: Estação Ferroviária
12h – Performance: “Maiêutica” – Grupo Spectrolab/Cuiabá (MT) – Classificação: Livre
Local: Percurso saindo da Estação Ferroviária
16h – Espetáculo: “Deslizes” – Coletivo Nopok/Rio de Janeiro (RJ) – Classificação: Livre
17h30 – Diálogo entre os grupos participantes da Mostra
Local: Parque Ipiranga
19:30 – Performances da Escola de Teatro de Anápolis – Classificação: Livre
Local: Teatro Municipal
20h – Espetáculo: “Tsunami” – Grupo Sutil Ato/Brasília (DF) – Classificação: 14 anos
Local: Teatro Municipal
1º de julho (domingo)
16h – Espetáculo: “La Conquista” – Dalecirco/Florianópolis (SC) – Classificação: Livre
Local: Parque Ipiranga
17h30 – Roda de Conversa com Ricardo Augusto – Trupe de Truôes/Uberlândia(MG)
Local: Teatro Municipal
20h – ENCERRAMENTO: Performances da Escola de Teatro de Anápolis – Classificação: Livre
Local: Teatro Municipal
Endereços dos locais das apresentações:
Parque Ambiental Ipiranga – Av. Professora Zenaide Roriz, s/n – Jundiaí
Estação Ferroviária – Rua Tonico de Pina, Centro – em frente à Praça Americano do Brasil e ao lado do Terminal Urbano
Teatro Municipal – Centro Administrativo – Av. Brasil, nº 200 – Centro

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here