Prefeito Gustavo Mendanha comemorou eleição de Daniel Vilela para CCJ da Câmara

Por Hélmiton Prateado

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), cumpriu agenda em Brasília no início da semana com atividades de inovação para o município. Acompanhado do vice-prefeito, secretário de Governo Veter Martins e de secretários ele assinou convênio com a Universidade de Brasília (UnB) para desenvolvimento e transferência de tecnologia do sistema informacional de gestão e contabilidade de custos.
“Na prática, Aparecida passa a ter uma gestão ainda mais eficiente e mais transparente em suas contas”, explicou Gustavo Mendanha. Aparecida de Goiânia, que é a segunda maior cidade do Estado será a primeira da Região Centro-Oeste e a segunda de todo o País a entregar o Relatório de Custos ao sistema de Controle Externo.
“É, sem sombra de dúvida, uma inovação substancial. Temos buscado meios de incrementar a transparência de todos os atos e ações da administração pública. A população de Aparecida, que é a verdadeira razão dos nossos esforços, pode então acompanhar melhor a nossa gestão e ter assim mais subsídios para cobrar, fiscalizar e apresentar suas necessidades”, frisou o prefeito. Junto com ele estavam os secretários Einstein Paniago (Transparência, Fiscalização e Controle) e Cleomar Rocha (Ciência, Tecnologia e Inovação).

Convênio assinado com a UnB permitirá maior transparência e organização nas contas públicas

O convênio com a Universidade de Brasília estava sendo articulado desde março, quando o secretário Einstein Paniago se reuniu com pesquisadores daquela instituição, cujo grupo era coordenado pelo professor Marílson Dantas, e também com o presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-GO), Joaquim de Castro. “O tribunal também assinará convênio com a UnB e utilizará os dados de Aparecida para desenvolver as metodologias de auditoria de custos e novas ferramentas de aferição de eficiência e eficácia das políticas públicas”, explica Paniago.
“Com um controle mais eficiente de custos, conseguimos disponibilizar mais recursos para outras áreas que em um determinado momento precisam deste aporte para conclusão de projetos, por exemplo”, resume o prefeito.
Na assinatura do convênio em Brasília também estavam presentes representantes do Decanato de Inovação Tecnológica, da Direção do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico e da Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Economia da UnB.
Controle social dos gastos públicos
Aparecida de Goiânia foi o primeiro município goiano a assinar o termo de cooperação técnica com a Controladoria Geral da União (CGU) para instalação do Observatório de Despesas Públicas (ODP). O observatório já foi implantado e auxilia os trabalhos do Conselho Municipal de Transparência, Prevenção à Corrupção e Controle Social, instituído pela Lei Municipal 3366/2017.
“O ODP Municipal visa identificar mais facilmente as eventuais inconsistências na administração pública, bem como evidenciar as ações de maior eficiência e/ou eficácia na gestão e agora com a Cooperação Técnica firmada, o município de Aparecida de Goiânia passa a ser o primeiro de Goiás a ser capacitado na metodologia adotada internacionalmente por organismos como a ONU, Banco Mundial, Comunidade Comum Europeia, dentre outros”, destaca o secretário de Transparência, Einstein Paniago.
Agenda política
Ainda em Brasília o prefeito se reuniu com o deputado federal Daniel Vilela e o cumprimentou pela eleição para presidir a poderosa Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal (CCJ), a mais importante do parlamento. Daniel Vilela é o segundo goiano a presidir a CCJ – o primeiro foi o deputado João Natal.
Gustavo Mendanha ressaltou que o empenho de Daniel Vilela como pré-candidato do MDB ao governo de Goiás tem respaldo dele e de toda sua equipe de auxiliares, além do referendo da população de Aparecida de Goiânia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here