Leonora Bombonatti: "é mais barato e mais humanizado tratar paciente em casa do que no hospital"

Por Hélmiton Prateado

A cidade de Aparecida de Goiânia é a recordista estadual em atendimentos a pacientes em seus próprios domicílios. O número de pacientes é superior até que o da capital, foi o que mostrou a coordenadora do Serviço de Atendimento Domiciliar, Leonora Bombonatti. Ela proferiu palestra na manhã dessa terça-feira no segundo dia da Semana de Humanização do Hospital Municipal de Aparecia de Goiânia (HMAP).
A Semana de Humanização acontecerá até a próxima sexta-feira e será tema de palestras durante os dias com programação extensa dirigida para o público interno e comunidade. Na segunda-feira a abertura foi feita pela equipe de humanização da Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida de Goiânia e na abertura dessa terça-feira o tema foi a Luta da pessoa com Deficiência para ser inserido nos protocolos de saúde.
Sobre a adoção dos protocolos de atendimento domiciliar Leonora Bombonatti conta que o serviço remonta a 2012 como uma medida para dar continuidade à internação hospitalar, porém em ambiente familiar, onde há ainda mais humanização da assistência. “Nada mais é do que pegarmos um paciente que necessita de cuidados hospitalares, mas isso sendo feito no conforto de seu lar, com a assistência de seus familiares e longe de qualquer possibilidade de exposição a infecção hospitalar”, explica.
No conforto do lar o paciente se sente muito mais acolhido e a humanização é mais pesente, garante a coordenadora. “Hoje a Secretaria Municipal de Aparecida de Goiânia atende 127 pacientes todos os meses de forma domiciliar e com resultados surpreendentemente positivos”, conta Leonora. Esse número é superior até do que Goiânia e coloca Aparecida entre os de maior atendimento proporcional do país.
O custo com saúde é também menor, porque em um ambiente hospitalar há um gasto consideravelmente maior e tudo isso é economizado com o paciente sendo atendido em casa. “No conforto do lar até a recuperação é melhor”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here