Presidente Romário Policarpo comandou a pândega dos vereadores com o ex-governador Marconi Perillo

Por Hélmiton Prateado

Um grupo de vereadores de Goiânia está em São Paulo com as despesas pagas pela municipalidade aproveitando para se encontrar amistosamente com o ex-governador Marconi Perillo ao redor de uma mesa de vinhos. O presidente da Câmara, Romário Policarpo (PROS) está acompanhado dos vereadores Anselmo Pereira (PSDB), Lucas Kitão (PSL) e Denício Trindade (Solidariedade) sob pretexto de terem sido convidados pelo secretário paulista de Transportes Metropolitanos, o goiano Alexandre Baldy.
As despesas de transporte aéreo e hospedagem foram pagos pela Câmara Municipal e os edis goianienses viajaram na quarta-feira para começarem na manhã dessa quinta-feira a suposta visita aos diversos modais de transportes coletivos da cidade de São Paulo. A alegação é que vão conhecer metrô e suas várias linhas, os trens urbanos, os corredores exclusivos para ônibus, os veículos rápidos e a experiência da engenharia de tráfego que a administração paulista obteve ao longo das últimas décadas.

Marconi Perillo e vereadores degustaram alegremente vinhos caros e falaram de política

Contudo, com a noite livre na capital paulista na véspera da peregrinação pelo transporte paulistano eles aceitaram o convite de um conviva famoso nas terras goianos. O ex-governador Marconi Perillo, que agora reside em São Paulo para fugir dos oficiais de Justiça que diariamente têm mandados de intimação para serem cumpridos acerca das ações de improbidade administrativa que pesam sobre ele.
Marconi se reuniu com os vereadores de sua área de influência para um colóquio amistoso regado a vinhos caros – porque Marconi Perillo não toma vinhos baratos – em um restaurante chique no badalado bairro dos Jardins, em Sampa. Um dos veradores que compõem a comitiva contou reservadamente que a conta saiu salgada, mesmo para os padrões marconianos, em virtude da seleta casta de vinhos escolhidos. Todos de cepas distintas e de procedência renomada, dos melhores vinhedos sulamericanos, como Chile, Argentina e Uruguai.

Vinhos sul-americanos de boa cepa foram esvaziados pelos vereadores e Marconi Perillo

O papo foi essencialmente político, como requer a companhia de Marconi, que exerceu quatro mandatos de governador em Goiás e agora cumpre o exílio na capital paulista, onde é remunerado da Companhia Siderúrgica Nacional. Dialogaram sobre os governos de Goiânia e de Goiás, sobre as eleições de 2020 e sobre principalmente as parcerias que pretendem engendrar em um futuro próximo.
Os vereadores goianienses disseram que vão apresentar suas experiências na Câmara Municipal e que estarão disponíveis para dirimir as dúvidas sobre sua viagem de assistência privilegiada a São Paulo.
Censura
Os vereadores tentaram se valer do expediente rastejante de calar a imprensa. Seu conceito de democracia é tão extenso quanto um coice de porco. Mas, como a Justiça sempre prevalece e a mentira dura apenas enquanto a verdade não aparece a notícia voltou e o que tentaram manter oculto veio a lume para conhecimento da sociedade e seu julgamento soberano. Sic transit gloria mundi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here