Professores multiplicadores vão ensinar cultura africana nas escolas de Aparecida de Goiânia

Por Hélmiton Prateado

A Secretaria Municipal de Educação de Aparecida de Goiânia vai implantar um projeto audacioso de capacitação de professores que vão retransmitir em salas de aula a cultura africana. A medida determinada pelo prefeito Gustavo Mendanha visa formar multiplicadores de noções da cultura africana e levar esses conceitos às salas de aula do município.
“Esse nosso projeto ‘Conhecendo nossa História: Da África ao Brasil’ tem como objetivo eliminar conceitos equivocados que reforçam a desigualdade no país”, explicou o prefeito. O ensino da história e da cultura afro-brasileira e africana no Brasil em todas as escolas, públicas e particulares, do ensino fundamental até o ensino médio é determinado pela Lei 10.639/03.
Em Goiás, Aparecida de Goiânia é pioneira na implantação do Projeto Conhecendo nossa História: Da África ao Brasil, que tem como objetivo eliminar conceitos equivocados que reforçam a desigualdade no país.
O projeto que foi assinado pelo prefeito Gustavo Mendanha em maio passado, começou a capacitar multiplicadores, gestores e coordenadores pedagógicos a partir das 7h30 às 17 horas na Faculdade Sul D’América. Os próximos três dias serão intensos para 100 profissionais das unidades educacionais Serra das Areias, EMEI Monteiro Lobato, Antônio Alves Neto, Camila Scaliz e EMEI Wilsonina, selecionadas para participarem.

Ao final da capacitação os educadores terão noções básicas acerca da história da África, saberão sobre aspectos constituintes da história do negro na construção da sociedade brasileira e saberão como aplicar metodologias das temáticas nas escolas.
Os professores serão capacitados pela Fundação Palmares para aplicar o conteúdo em sala de aula, abordando temas como cultura afro-brasileira racismo, religião, artes, história, culinária e costumes. Além disso, serão distribuídos materiais didáticos para os alunos contando a história da África, de onde vieram os primeiros ancestrais da maioria da população Brasileira, que é formada por 54% de negros. Um dos materiais que vai contribuir é o livro “O que você sabe sobre a África?”.
O Projeto Conhecendo nossa História: Da África ao Brasil é uma parceria da Prefeitura de Aparecida, por meio da Coordenadoria de Igualdade Racial da Secretaria de Articulação Política e Secretaria de Educação e Cultura, Fundação Cultural Palmares e o Ministério da Educação (MEC).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here