Compartilhar

Dando continuidade às ações de fiscalizações para cumprimento das regras que constam nas portarias municiais de combate a covid-19 em Aparecida, a força-tarefa formada por fiscais de Meio Ambiente e de Planejamento e Regulação Urbana de Aparecida com apoio da Guarda Civil Municipal atenderam diversas denúncias de perturbação do sossego e também de aglomerações na cidade. A fiscalização que ocorreu na noite desta sexta-feira, 23 e madrugada de sábado encerrou eventos domésticos e uma live.
Por meio de denúncia anônima, os fiscais interromperam a live de um cantor sertanejo. O Show era transmitido diretamente de um espaço de festas na Vila Brasília, que já havia sido interditado pela Prefeitura por irregularidades e estava impedido de realizar evento de qualquer natureza. No local havia uma mega estrutura de sonorização, iluminação e mais de 130 pessoas, entre equipe profissional e convidados especiais do cantor. O espaço foi multado por reincidência, em R$ 11,7 mil, e interditado novamente. As 130 pessoas presentes foram multadas em R$ 111 pelo não uso de máscara.
Ainda durante a fiscalização os agentes estiveram em uma residência no Bairro Cardoso. No local foi constatado o volume acima do permitido por lei, que foi relato na denúncia anônima. A perturbação era ocasionada por uma caixa de som mecânico. O equipamento foi apreendido e o proprietário da casa multado pelos fiscais da Semma. Uma segunda caixa de som mecânico, com alta potência, também foi apreendida no setor Aeroporto Sul. Ao chegar na residência as equipes de fiscalização constaram a poluição sonora. O morador foi notificado e multado por perturbação do sossego público.
“Nossa fiscalização visa coibir irregularidades no município, como poluição sonora causada por som automotivo e mecânico, festas e eventos – que estão proibidos nesse período de pandemia – e situações adversas às determinações do município. Nossa fiscalização ocorre diariamente sem pausa, para garantir o sossego público e claro, o respeito às normas sanitárias e de convívio social em Aparecida de Goiânia”, explicou o coordenador da operação deste sábado, Delázaro Gomes.
Em Aparecida de Goiânia eventos públicos e privados de qualquer natureza, que envolvam aglomerações de pessoas, continuam suspensos por tempo indeterminado, conforme determinações da Portaria 043/2021 publicada no Diário Oficial Eletrônico. Segundo Delázaro, apesar de estarmos no cenário amarelo de risco moderado para a Covid-19, as atividades não essenciais seguem com algumas restrições de funcionamento. “É o caso de bares, restaurantes e similares, que podem funcionar até às 22h”.
Para denúncias e informações aos fiscais, a população pode acionar a Guarda Civil Municipal de Aparecida pelo telefone/whatsapp 3545-5992, e telefones 3238-7243 e 153.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here