Compartilhar

Emoção foi o sentimento que marcou a tarde dessa quarta-feira, 28, no Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP). Após 50 dias internado para tratamento da Covid-19, Anderson Viana, de 46 anos, venceu a batalha contra o vírus e recebeu alta hospitalar.
Antes de deixar o hospital, Anderson foi homenageado pelos colaboradores do HMAP com aplausos e com as canções “Deus é Deus”, de Delino Marçal e “Campeão, Vencedor”, de Jamily Oliveira. Os profissionais transformaram a recepção da unidade de saúde em uma passagem colorida com balões para se despedir do paciente. Anderson saiu visivelmente emocionado.
O fotógrafo deu entrada no hospital no dia 9 de março. Desde então, a luta contra a covid-19 foi árdua. Segundo a gerente multiprofissional, Eliene Rosa, foi necessário a transferência do paciente para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) devido a uma piora do quadro respiratório. Em seguida, foi realizado o procedimento de intubação. “O Anderson foi sem dúvida um dos pacientes mais complexos que tivemos no HMAP. Com grande comprometimento pulmonar, cerca de 80%, ele precisou fazer hemodiálise ficou em estado gravíssimo”, conta.
A profissional ressalta que o paciente precisará ser acompanhando por fisioterapia devido ao quadro de fraqueza muscular global. “O Anderson continua com a fase final da recuperação em casa, mas tenho certeza que logo estará bem. Ele tem muita força de vontade e é sempre muito colaborativo na realização das atividades”, revela.
Durante todo o período de internação, a esposa de Anderson conta que foi informada periodicamente sobre o estado de saúde do marido. “Os psicólogos nos deram muito suporte. O choro é de alívio. É um milagre, não tem outra explicação. Deus e a equipe agiram na vida dele, e hoje levo o meu milagre para casa”, afirma emocionada.
Para o diretor técnico do HMAP, Mayler Olombrada, o sentimento da equipe é de alegria. “Todos se dedicaram na recuperação do Anderson. A sensação é dever cumprimo e de muita satisfação. Fica como exemplo para que a equipe continue empenhada na recuperação de cada paciente que se interna no HMAP. A dedicação de todo o grupo tem sido fundamental para cumprirmos o nosso compromisso com a saúde”, disse.
Emocionado e com os olhos marejados, Anderson resumiu em uma palavra o que estava sentindo: “Gratidão”.
O Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) é referência no tratamento da Covid-19 em Goiás. A unidade possui 249 leitos hospitalares exclusivos para tratamento do novo coronavírus. São 160 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) que estão dispostos em salas que atendem protocolos de isolamento e 89 leitos de enfermaria com pontos de oxigênio, se localizam em uma ala isolada das demais.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here