Compartilhar

Por Hélmiton Prateado

Goiânia é a sexta cidade brasileira mais indicada para investir no comércio, segundo o estudo das Melhores Cidades para Fazer Negócios (MCN), desenvolvido pela Urban Systems e divulgado nesta quinta-feira (25/2). A cidade ainda crava os primeiros lugares nos rankings do Centro-Oeste nacional e do Estado de Goiás, à frente de Brasília (9º), Cuiabá (10º), Campo Grande (23º), Dourados (34º), Sinop (42º), Catalão (49º), Rondonópolis (62º), Anápolis (64º) e Trindade (67º). Nessa categoria, só quatro municípios goianos, incluindo Goiânia, aparecem na lista dos 100 mais. A Capital de Goiás também tem o sétimo melhor mercado imobiliário, a nona área educacional, o 33º setor de serviços e o 92º mercado agropecuário.
“O estudo atesta o quão forte é a economia goianiense e o tanto que o município de Goiânia, a Prefeitura de Goiânia, está estável do ponto de vista econômico, a ponto de garantir a continuidade dos investimentos na cidade através de obras, de políticas públicas, inclusive para manter o ritmo da economia, não permitindo que a pandemia consiga trazer danos muito graves ao nosso município”, avalia o secretário de Finanças de Goiânia, Alessandro Melo. A pesquisa considera 326 cidades com mais de 100 mil habitantes segundo a estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para 2020.
O estudo aponta Goiânia como a sétima melhor cidade para investir na construção civil. A evolução no Imposto Sobre Transmissão de Imóveis (ISTI) em 2020 ilustra a força desse setor. Apesar das adversidades desencadeadas pelo período pandêmico, o tributo que incide na compra de um imóvel ou mesmo na transferência de titularidade registrou alta de 15,43% na comparação com o mesmo período de 2019. O melhor desempenho entre todas as receitas próprias do município. Outro fato é o crescimento de novos domicílios. Entre 2020 e 2021, Goiânia ganhou 10.123 habitações, alta de 1,66% na quantidade de imóveis existentes na cidade.
Além de Goiânia, que de novo figura na liderança estadual, aparecem neste ranking as cidade de Catalão (45º), Aparecida de Goiânia (55º) e Anápolis (82º). A Capital também é a segunda melhor do Centro-Oeste, logo após Brasília, que ocupa o sexto lugar. Na região ainda aparecem Três Lagoas (19º), Campo Grande (28º), Sinop (53º), Dourados (77º) e Rondonópolis (97º).

 

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here