Compartilhar

Em meio a tantas notícias tristes por conta da pandemia do novo coronavírus, o início do mês de abril no Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) foi marcado com gratidão, fé e esperança. A unidade celebrou a alta de 65 pacientes curados da Covid-19. Do total de pacientes, 32 são idosos com idades entre 60 e 92 anos, representando 49,23% das altas. Em seguida, jovens e adultos entre 26 e 59 anos com 26 altas, equivalente a 40%. As crianças de 1 a 12 anos também puderam voltar para casa livres da doença, totalizando sete casos, ou seja, 10,76%.
Dos 65 pacientes, 36 precisaram ser encaminhados para Unidade de Terapia Intensiva (UTI. Com essas altas, o HMAP totaliza 1541 pacientes curados do novo coronavírus. Para a Diretora-geral, Dulci Xavier, todas essas altas médicas em uma semana mostram a dedicação e o empenho dos profissionais de saúde que estão na linha de frente na batalha contra a Covid-19.
“Estamos há mais de um ano no enfrentamento à pandemia. Cada alta é uma batalha vencida por um paciente e isso nos dá mais energia para continuar nossa missão de oferecer um tratamento de excelência focado no acolhimento e cuidado humanizado”, disse.
O Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) é referência no tratamento da Covid-19 em Goiás. A unidade possui 249 leitos hospitalares exclusivos para tratamento do novo coronavírus. São 160 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) que estão dispostos em salas que atendem protocolos de isolamento. 89 leitos de enfermaria com pontos de oxigênio, se localizam em uma ala isolada das demais.
Nesta sexta-feira, 9 o HMAP está com 155 pacientes internados nos leitos de enfermaria e UTI Covid, com uma taxa de ocupação de 62%.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here