Compartilhar

Proporcionar uma rotina de tratamento mais leve para pacientes com a Covid-19 internados no Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) é o objetivo da equipe de fisioterapia da unidade. A ação é realizada pela fisioterapeuta Gabriela Ferreira, e utiliza um balão para desenvolver a atividade lúdica, que oferece prazer e interação entre fisioterapeuta e usuário.
A Covid-19 afeta primariamente o sistema respiratório dos pacientes infectados e pode causar problemas de forma leve, moderada ou grave. O fisioterapeuta tem papel de destaque no gerenciamento dessas complicações com a finalidade de contribuir para atenuar os sintomas ocasionados pela doença.
A cena lembra uma brincadeira infantil: o profissional se posiciona em frente ao leito e joga bola com o paciente. De acordo com a fisioterapeuta Gabriela Ferreira, ao realizar a atividade os benefícios vão além da recuperação física. “Esse é um momento que trabalhamos não só a respiração, mas também o bem-estar do paciente que é fundamental no tratamento”, explicou.
Gabriela ressalta que com o jogo de bola com o paciente auxilia na recuperação do pulmão afetado pelo vírus com o uso de pressão positiva e também melhora o desenvolvimento cognitivo, psíquico e motor do paciente. “O objetivo da fisioterapia dentro da Unidade de Terapia Tensiva (UTI) não é apenas manter a funcionalidade que o paciente já tem, mas sim proporcionar que ele ganhe mais. Com isso, conseguimos que haja uma recuperação mais rápida, diminuído o tempo de hospitalização e reduzindo risco de uma piora no quadro do paciente”, afirma.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here