Nadadora paratleta Jessica Lorraine tem apoio da Associação dos Oficiais e é treinada por professor da instituição. Tenente-coronel Alessandri diz que é gratificante ajudar

Por Hélmiton Prateado

A Associação dos Oficiais da Polícia Militar e Bombeiros Militares de Goiás está franqueando a piscina semi-olímpica de sua sede social para a paratleta Jessica Lorraine treinar. A jovem de 15 anos tem acompanhamento de professores de educação física da Assof e treina diariamente para aprimorar seu condicionamento físico.
O presidente da Assof, tenente-coronel Alessandri da Rocha Almeida explicou que a ajuda para que a paratleta desenvolva sua melhor técnica é uma experiência inédita e gratificante por realizar uma ação social importante. “Vimos nela um potencial esportivo grande e que necessita de pouca coisa para despontar”, comenta.
Jessica Lorraine é treinada pelo professor Fábio Teodoro na piscina da Assof e elogia o desenvolvimento da paratleta. “Ela tem uma técnica refinada para a natação e estamos potencializando esse processo, para retomar uma preparação física visando desenvolvimento muscular. Ela precisa também de acompanhamento nutricional para aumentar seu rendimento”, garante.

Jessica Lorraine é disciplinada e tem ótima técnica

Todavia a disciplina da paratleta, que compete na categoria S-9, por sua deficiência no ombro esquerdo e pela surdez. Mesmo com as dificuldades e limitações a jovem já alcançou índice para o campeonato brasileiro e deverá disputar a Copa Caixa que acontecerá em julho.
Jessica mora com os pais e tem entre tantos sonhos de adolescente cursar educação física. Por e-mail ela responde questionamentos da reportagem e emenda: “terminei o ensino médio em 2011 e comecei a treinar ainda em 2004. Pretendo fazer faculdade de educação física, eu amo o esporte principalmente a natação e sonho chegar às olimpíadas”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here