Os alunos que sobreviveram ao primeiro dia desenvolveram atividades de marcha e ocupação de território com expedições em área de mata fechada em local próximo de Goiânia. Segundo o comandante da Rotam, tenente-coronel Newton Castilho o objetivo foi preparar os alunos em técnicas de conduta de patrulha e sobrevivência em ambiente hostil.

Sob a instrução do tenente Werlen e pela coordenação do COR os alunos adentraram à mata, atravessaram córregos e simularam exercícios de combate em ambiente real para serem moldados na conduta de guerreiros.

[KGVID width=”640″ height=”360″]http://www.falandoaverdade.xyz/wp-content/uploads/2017/03/WhatsApp-Video-2017-03-28-at-20.53.22.mp4[/KGVID]

As atividades continuarão agora na Base Rotam com palestras em sala de aula sobre postura de combatentes da mais especializada tropa de combate da Polícia Militar e conduta doutrinária da Rotam.

[KGVID width=”640″ height=”360″]http://www.falandoaverdade.xyz/wp-content/uploads/2017/03/WhatsApp-Video-2017-03-28-at-20.53.23.mp4[/KGVID]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here