Compartilhar

Após denúncias de que um morador do Residencial Goiânia Viva estaria sob posse de armas de fogo, o serviço de inteligência da Polícia Militar (PM2) montou uma equipe de vigilância para monitorar o local.

Na ocasião, os policiais aguardaram a chegada do suspeito, identificado como Gabriel Beraldino Gonçalves de Jesus, e fizeram a abordagem. O homem negou possuir armas de fogo, mas informou que dentro do imóvel criava algumas cobras.

Ao entrarem no local, a corporação se deparou com vários animais silvestres em cativeiro, colocados em caixas, malas e bolsas de pano. O Batalhão da PM Ambiental foi acionado para auxiliar as equipes nas buscas, que encontrou além das cobras, várias espécies de lagartos e jacarés.

A PM informou que o suspeito alegou que venderia os animais por até R$ 60 mil no mercado negro. Ele foi detido em flagrante na noite de ontem, 6, e conduzido até a Central de Flagrantes, onde foi autuado por tráfico de animais silvestres.

Os animais apreendidos são:

– 02 jibóia adulta;
– 07  jibóia filhote;
– 09 Jacaré tinga filhote;
– 02 pitom birmanesa adulta;
– 05 Corn snake adultas;
– 07 corn snake filhote;
– 21 Gecko leopardo;
– 01 Sucuri filhote;
– 01 Iguana filhote;
– 03 pogona;
– 01 jararaca filhote.

NAVEGUE PELAS FOTOS CLICLANDO SOBRE ELAS

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here