Compartilhar

A policlínica de Goianésia realizou na segunda-feira, 19, uma palestra sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA) para o público interno da unidade em alusão ao Abril Azul, mês que alerta a população mundial para a conscientização do transtorno.
A ação foi organizada pela equipe multiprofissional da unidade com o objetivo de informar o que é o autismo, como se desenvolve, principais características e como é o tratamento para maior qualidade de vida. “O TEA é caracterizado por um déficit na comunicação e interação social e comportamentos restritos e infelizmente, ainda existem alguns estigmas que devem ser quebrados”, explica a Deise Bosso, coordenadora geral da Policlínica.
Deise conta que o diagnóstico é um ponto de partida. “Ele é o primeiro passo para realizar um tratamento com uma intervenção adequada e adaptada com o nível de comprometimento de cada criança. Cada tratamento é realizado conforme as necessidades e fases do desenvolvimento em que se encontra”, afirma.
A campanha Abril Azul foi criada para dar visibilidade às pessoas que vivem com Transtorno do Espectro Autista (TEA). É celebrada no mesmo mês em que acontece o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, em 2 de abril, busca levar mais informações às pessoas, eliminando questões preconceituosas sobre pessoas do espectro.
O autismo é um transtorno de desenvolvimento que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), atinge 1 em cada 160 crianças no mundo. O diagnóstico ocorre geralmente entre os 2 anos e meio a 3 anos, e não existe cura para essa condição.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here