Compartilhar

O governador Ronaldo Caiado inaugurou, nesta sexta-feira (02), a ampliação da Policlínica da Região Nordeste, em Posse. Ao todo, foram investidos R$ 754.719,34 para reforma, construção e aquisição de materiais médicos hospitalares. A população local passa a contar com serviços de hemodiálise. A unidade tem seis cadeiras montadas e em pleno funcionamento. Já são atendidos 24 pacientes regularmente. “Isso é trazer dignidade, respeito à vida e às pessoas que moram nessa regional”, declarou.
A expectativa é de que sejam implementadas mais 12 cadeiras na segunda etapa da expansão. Em breve a unidade poderá atender até 80 pessoas. A principal vantagem mencionada pelo governador é o conforto de quem depende desse tipo de tratamento. “Antes o cidadão tinha de deslocar até 800 quilômetros, ida e volta, para buscar atendimento. Essa realidade mudou”, garantiu Caiado.
Para viabilizar as sessões de hemodiálise, o Estado montou a estrutura e garantiu a presença de um médico nefrologista. Além disso, a unidade conta com serviço de transporte sanitário eletivo, ou seja, micro-ônibus à disposição dos usuários em terapia renal substitutiva. Dois veículos buscam os pacientes em seus respectivos municípios para a realização do tratamento e, depois, levam-nos de volta para casa. “Aqui fazemos medicina de verdade”, definiu Caiado.
Medicamentos de alto custo
O Governo de Goiás também iniciou, em 07 de junho, o serviço de distribuição dos medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica, em Posse. “Cada policlínica no Estado terá um posto de distribuição. Ou seja, as pessoas terão acesso sem ter que se deslocar até Goiânia”, projetou o governador.
“Já temos 350 pacientes [da região Nordeste] cadastrados para receber medicamentos que antes só vinham da Central Estadual de Medicamentos de Alto Custo Juarez Barbosa, em Goiânia”, relatou o titular da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), Ismael Alexandrino.
Com o serviço regionalizado, os moradores locais deixam de se deslocar até a capital para cadastro e retirada dos remédios. Agora, tanto a solicitação, que é feita por e-mail, quanto a dispensação, em que o paciente busca os medicamentos e passa por uma consulta clínica farmacêutica, ocorrem na unidade de saúde de Posse.
Sobre a Policlínica
A Policlínica da Região Nordeste foi a primeira unidade de saúde desse modelo inaugurada, em Goiás. Os atendimentos começaram em março de 2020. Desde então, atende a população de 31 municípios goianos que integram as regiões Nordeste 1 e 2, Entorno Sul e Entorno Norte. Isso representa mais de 1,2 milhão de habitantes.
A unidade possui 3.775 metros quadrados de área construída, 26 consultórios, 16 salas para exames, posto de coleta do laboratório, farmácia, posto de enfermagem, central de esterilização de material e salas destinadas à administração.
A expectativa é de que, no auge da capacidade operacional, a policlínica realizará mais de 10 mil consultas em diversas especialidades médicas e até 25 mil exames de diagnóstico por mês.
Carreta da Prevenção
No local também está situada a Carreta da Prevenção, uma unidade móvel de prevenção ao câncer de mama e colo uterino. A estrutura percorre os municípios da Macrorregião Nordeste de Goiás e oferece exames de mamografia e papanicolau a mulheres que se enquadrem nos critérios de inclusão. O objetivo é permitir o diagnóstico precoce, que possibilita chance de cura de 95%.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here