Compartilhar

As equipes da força-tarefa de fiscalização da Prefeitura de Aparecida de Goiânia realizaram na madrugada desse sábado, 11 , mais uma operação para coibir a perturbação do sossego público e a realização de festas e aglomerações na cidade. Durante as abordagens a 38 estabelecimentos comerciais e espaços de festas, os fiscais averiguaram documentação e possíveis infrações as regras sanitárias de combate a transmissão da covid-19. Ao todo, nove festas clandestinas foram encerradas, seis caixas de som mecânico foram apreendidas e 194 pessoas, a maioria jovens, foram multadas por não usarem máscara. Três carros com som automotivo foram apreendidos e encaminhados para o pátio da SEMMA.
Em uma das festas encerradas, no Setor Terra Prometida, haviam 250 pessoas no local, a maioria estava sem máscara. Outras três festas clandestinas com alto número de pessoas foram encerradas no Setor Fabrício, Jardim Olímpico, Virgínia Park e também no Residencial Caraíbas. Em todas haviam pessoas sem máscara, totalizando 194 multas de R$ 111 por pessoa. Os carros com som automotivo foram apreendidos nos bairros Jardim Fabrício, Caraíbas e Jardim Olímpico. “As pessoas pensam que a pandemia acabou, mas estamos nos aproximando de uma terceira onda. E se não tiverem consciência, vamos ter mais perdas de vidas”, comentou o coordenador da fiscalização e secretário executivo de Segurança Institucional, Davi Lorero.
A força-tarefa de Fiscalização é formada por fiscais das secretarias da Fazenda, Meio Ambiente (Semma), Planejamento e Regulação Urbana, agentes da Vigilância Sanitária e da Guarda Civil Municipal (GCM).
Fiscalização – Caso o morador flagre alguma irregularidade ou descumprimento das regras sanitárias, pode acionar as equipes de fiscalização pelos canais de denúncia: 3545-5992 ou 153; além dos números 3238-7216 ou 98459-1661 para perturbação do sossego público.
Ao todo, de quinta a domingo serão 23 viaturas de várias secretarias atuando durante as noites e madrugadas, períodos onde há maior concentração de irregularidades. 70 servidores entre fiscais da secretaria de Meio Ambiente, Planejamento e Regulação Urbana, Vigilância Sanitária e Guarda Civil Municipal atuarão exclusivamente na repressão de aglomerações e festas clandestinas.
Cenário – Aparecida está no cenário verde, de risco baixo, do isolamento social intermitente por escalonamento regional das atividades econômicas. Os comércios não essenciais fecham uma vez por semana, conforme a macrozona em que se encontram e a cada dia, de segunda a sexta, fecham duas das dez macrozonas da cidade.
Festas e eventos podem ser realizados seguindo regras estipuladas por portaria específica após aprovação do Comitê de Prevenção e Enfrentamento a Covid-19 de Aparecida, como o local ter todos os alvarás e documentação; apenas 30% da capacidade do local, limitando a 100 pessoas; álcool em gel e medição de temperatura; uso de máscara e distanciamento de 1,5 m entre as mesas. Shows ao vivo também são permitidos, as sem pista de dança. Bares e restaurantes foram liberados para funcionar, mas também precisam seguir série de regras e ter toda documentação.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here