Compartilhar

Por Hélmiton Prateado

A Guarda Civil Metropolitana realiza neste sábado, 13, e domingo, 14, uma grande operação de combate ao o uso de cerol e outras linhas cortantes, utilizando o patrulhamento preventivo, em vários bairros das regiões Noroeste e Norte de Goiânia, como Jardim Curitiba 1 e 2, Morada do Sol, Alto do Valle, Recanto do Bosque, Jardim Guanabara, Itatiaia, entre outros.
A ação faz parte da campanha Pipa sem Cerol, realizada pela Prefeitura de Goiânia, que chega a sua 12ª edição e tem o objetivo de conscientizar crianças, adolescentes e adultos sobre o perigo do cerol e orientar a todos sobre a brincadeira de forma saudável.
Desta vez, as ações contaram com as equipes das Unidades de Comando Regional (UCRs), do Grupo de Operações com Cães (GOC) e de ROMU, que realizaram trabalhos de orientação e apreensão de materiais cortantes.
De acordo com os dois comandantes das duas operações, GCMs Riber Juni de Souza e Wagmar José de Souza, as ações tiveram o objetivo de realizar o policiamento preventivo-ostensivo e a preservação da ordem pública no combate ao uso de linhas cortantes, além de orientar a população do risco dessa prática, tanto no centro como na periferia, onde foram apreendidos vários artefatos cortantes como linha de cerol comum, linha chilena e linha indonésia, além de pipas e rabiolas contendo cerol, mas sem nenhuma condução.
O comando da GCM pede que os pais observem o material utilizado na linha das pipas desses jovens quando os mesmos saírem para a prática da brincadeira, ou mesmo deem uma observada nos locais onde eles soltam as pipas, e em caso de denúncia podem utilizar o telefone institucional 153.

O balanço final das operações no feriado aponta que foram apreendidas 170 pipas com material cortante, 300 latas e carretéis e nenhuma condução, mas todos os abordados foram orientados sobre o perigo de utilização do cerol.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here