Profissionais foram exortados ao uso correto de EPI
Compartilhar

Por Hélmiton Prateado

Colaboradores do Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) receberam instruções sobre o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e a responsabilidade de cada um na prevenção de doenças e acidentes. A advogada Amanda Sá discorreu sobre a necessidade de todos conhecerem os EPIs à sua disposição e o comprometimento que devem ter para com as práticas seguras de trabalho.
Através de slides com o tema “Eu cuido de mim” a palestrante citou a evolução das práticas de cuidados durante atividades laborativas ao longo da história e sua inserção na legislação brasileira. A Norma Regulamentadora 6 (NR-6) e sua aplicação para prevenir riscos à saúde e à integridade dos trabalhadores foi explicitada e a responsabilidade de empregadores de exigirem o uso correto e contínuo desses equipamentos pelos colaboradores.


Em um ambiente hospitalar o uso consciente e de maneira correta pelos trabalhadores deve ser constante para diminuir ao máximo o risco de intercorrências que cheguem a provocar doenças laborais, acidentes e outros eventos que podem ser evitados.
“Mangotes, dedeiras, sapatos, luvas, aventais, capotes e outros equipamentos precisam ser constantemente disponibilizados e usados para evitar qualquer problema decorrente da atividade laboral”, frisou Amanda Sá.
O segredo para evitar problemas decorrentes do mau uso de EPIs é justamente “conscientização e disciplina”, como demonstrou a advogada. Esse binômio será constantemente lembrado pelos responsáveis em cada setor, frisou ela.
As palestras aconteceram em dois perídos distintos para atingir o máximo de colaboradores nos turnos diferentes e não comprometer o andamento do atendimento.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here