Prefeito em exercício mantém agenda de trabalho buscando recursos para o município
Compartilhar

Por Hélmiton Prateado

Cerca de mil vagas para cursos de qualificação profissional serão ofertadas gratuitamente à população de Aparecida de Goiânia. Nesta quarta-feira (13), o prefeito em exercício, Veter Martins, e o secretário de Trabalho, Adriano Montovani, estiveram no Ministério do Trabalho, em Brasília (DF), e receberam do ministro Ronaldo Nogueira esta boa notícia. Os cursos serão viabilizados por meio do Instituto Federal de Goiás (IFG) – Campus Aparecida, instituição com a qual a Prefeitura já tem convênio formalizado.
“Enquanto o prefeito Gustavo Mendanha cumpre missão oficial em Israel, damos prosseguimento à rotina de trabalho da nossa administração. E isso inclui as viagens e articulações em Brasília para emplacarmos bons projetos que beneficiem os moradores da nossa cidade. É o que estamos fazendo aqui, hoje”, comemorou Veter Martins logo após deixar a Esplanada dos Ministérios.
Segundo o secretário municipal de Trabalho, estes cursos de qualificação durarão, em média, dois meses. “E o mais importante: no momento de definir quais os melhores cursos a serem ministrados aos alunos de Aparecida, é levada em conta a demanda. Ou seja, há todo um estudo para sabermos como contribuir, de forma eficiente, com a vida profissional de cada cidadão a fim de que ele tenha ainda mais facilidades na obtenção de um bom emprego ou de novos postos dentro da empresa em que trabalha. Já sabemos que teremos cursos nas áreas têxtil, de logística, informática e muitos outros. Os trabalhadores só têm a ganhar com este tipo de iniciativa”, exemplifica.
A quantidade de vagas para cada curso de qualificação ainda não foi definida, mas Adriano Montovani assegura que, tão logo esta etapa seja concluída, a Prefeitura de Aparecida dará ampla publicidade do que está sendo oferecido para atingir o maior número possível de interessados. Com Veter e Adriano também estava a secretária de Projetos e Captação de Recursos, Valéria Pettersen. Ainda participaram da audiência com o ministro Ronaldo Nogueira o coordenador-geral do Sistema Nacional de Emprego, Marcos Sussumo Andrade; o secretário de Políticas Públicas de Emprego, Leonardo José Arantes; e o assessor do ministro, o goiano Igor Franco. “Também queremos que o ministério nos apoie em um outro projeto de qualificação profissional, mas com foco nos trabalhadores dos polos empresariais”, pontuou Valéria Pettersen.
A agenda no Ministério do Trabalho foi desmembrada em dois momentos. Antes de serem recebidos por Ronaldo Nogueira, o prefeito em exercício e os dois secretários municipais se reuniram com técnicos da Pasta, quando outros assuntos também entraram em pauta, como a formatação de um novo Termo de Cooperação Técnica que será assinado entre o ministério e a Secretaria Municipal do Trabalho, dando fim a pequenos obstáculos que poderiam atrasar a formalização de novos convênios.
O prefeito em exercício Veter Martins também foi enfático ao solicitar que o Ministério do Trabalho finalize, com o máximo de agilidade possível, a análise da prestação de contas feita pelo município quanto aos recursos do governo federal aplicados nos postos do Sine localizados em Aparecida. Tanto os técnicos da Pasta quanto o ministro também acenaram favoravelmente à liberação de mais verbas para o Sine. “O que almejamos é uma reestruturação para melhorarmos ainda mais o atendimento nos postos do Sine que existem em nossa cidade”, explicou Adriano Montovani.
Saúde
A agenda do prefeito em exercício em Brasília incluiu também reunião com o diretor de Atenção Especializada e Temática do Ministério da Saúde, Fernando Machado. Veter Martins e a secretária Valéria Pettersen o encontraram no gabinete do senador goiano Wilder Morais (PP), onde já estava o deputado federal Daniel Vilela (PMDB).
Eles pediram celeridade ao ministério na publicação de portaria, no Diário Oficial da União, que autoriza o repasse da segunda parcela de pouco mais de R$ 9 milhões para serem investidos na compra de mais equipamentos para o Hospital Municipal de Aparecida – o governo federal já liberou, em junho último, a primeira parcela do mesmo valor. “Com a publicação da portaria, ganhamos tempo. Já podemos, imediatamente, dar início ao processo licitatório”, avaliou Valéria.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here